segunda-feira, 21 de maio de 2018

Alegria, amor e união: a JMJ 2019 está chegando

Em menos de um ano, jovens católicos do mundo inteiro estarão reunidos na capital do Panamá, para a 34ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ)
O encontro será nos dias 22 a 27 de janeiro de 2019.
Desde o anúncio da sede da JMJ 2019, muitos jovens começaram a se organizar para marcarem presença no Panamá.
Ainda está com dúvidas se deve ir à JMJ? Confira no site da Arquidiocese alguns pacotes de viagem para o maior evento jovem do mundo. Acesse: www.arquifln.org.br
Matéria publicada na edição de nº 243/março de 2018, do Jornal da Arquidiocese, pág. 11

quinta-feira, 3 de maio de 2018

MAIO - MES MARIANO



As formas nas quais Maria é honrada em maio são tão variadas como as pessoas que a honram.
As paróquias costumam rezar no mês de maio uma oração diária do Terço e muitas preparam um altar especial com um quadro ou uma imagem de Maria. Além disso, trata-se de uma grande tradição a coroação de Nossa Senhora, um costume conhecido como Coroação de Maio.
Normalmente, a coroa é feita de lindas flores que representam a beleza e a virtude de Maria e também lembra que os fiéis devem se esforçar para imitar suas virtudes. Em algumas regiões, esta coroação acontece em uma grande celebração e, em geral, fora da Missa.
Entretanto, os altares e coroações neste mês não são apenas atividades “da paróquia”. Mas, o mesmo pode e deve ser feito nos lares, com o objetivo de participar mais plenamente na vida da Igreja.
Deve-se separar um lugar especial para Maria, não por ser uma tradição comemorada há muitos anos na Igreja ou pelas graças especiais que se pode alcançar, mas porque Maria é nossa Mãe, mãe de todo o mundo e porque se preocupa com todos nós, intercedendo inclusive nos assuntos menores.
Por isso, merece um mês inteiro para homenageá-la.
Fonte: acidigital


VI FESTIVAL DA FAMÍLIA

Vem aí a sexta edição do Festival da Família, que acontecerá neste domingo, 06, no Cati, Beira Mar de São José, das 09h às 18h.
O encontro, promovido pela Comissão Arquidiocesana para a Vida e Família (CAVF), tem o objetivo de celebrar o Dia Internacional das Famílias.
Com uma programação recheada de atrações, o festival tem seu ápice na missa das 10h, seguido de um piquenique às 12h. Os alimentos serão vendidos por food truck’s.
À tarde, a partir das 12h30, começam as apresentações musicais, atividades recreativas para crianças e barracas com atividades dos grupos do Setor Vida e Família da Arquidiocese.
 VI Festival da Família
06 de maio
Cati – Beira Mar da São José
Horário: das 09h às 18h
Mais informações: (48) 99616-7745

segunda-feira, 30 de abril de 2018

O filme “Paulo, Apóstolo de Cristo”, estréia na próxima quinta-feira em todo Brasil

Estreia na próxima quinta-feira, 03, em todo país, o filme “Paulo, Apóstolo de Cristo”. Os ensinamentos sobre amor, misericórdia e graça estão sendo muito aguardados pelos brasileiros.
Com o subtítulo de “Onde abundou o pecado, transbordou a graça”, referindo-se ao texto de Romanos 5,20, o longa conta o testemunho de vida do homem que se transformou de perseguidor a propagador do Evangelho.
Lançamento da Sony Pictures, com produção da Affirm Films, estúdio especializado em filmes baseados na fé, “Paulo, Apóstolo de Cristo” conta com um elenco renomado de atores. Além disso, muito do que é valorizado pelos cristãos ficou nas mãos do diretor e roteirista do filme, Andrew Hyatt: A fidelidade do que é retratado no longa às escrituras bíblicas. “Sempre começamos com as escrituras em primeiro lugar, pois tudo precisa ter a Palavra como referência. Essa é a prioridade”, lembrou o diretor, que é cristão e salienta o poder evangelístico do filme. “Espero que a igreja vá assistir ao filme, mas adoraria que ele atraísse aos que estão em dúvida da sua fé ou sentem que não podem ser perdoados por Deus e que sua graça não seria grande suficiente. Esse filme mostra que é”.
Em cerca de 1h e 48 minutos de duração, “Paulo, Apóstolo de Cristo” carrega consigo uma mensagem que já tem tocado o coração de muitos. Para a campanha nacional de lançamento do filme, foram realizadas mais de 25 pré-estreias e cabines para influenciadores, artistas e grandes líderes religiosos por todo país. Foram mais de 7 mil pessoas impactadas diretamente e, todas elas, com opinião unânime sobre a história.

Sobre o enredo do filme
Nossa história se passa no final da vida de Paulo. Ele está na prisão Mamertina, em Roma. Ele foi acusado pelo imperador Nero de incendiar metade de Roma, e esse é um momento em que os cristãos eram muito perseguidos. É durante o circo de Nero, isto é, quando eles penduravam os cristãos em estacas e os queimavam pela cidade. É uma época muito escura e tenebrosa em Roma. E Paulo, acusado dos incêndios, acabou de ser preso.
Basicamente na nossa história, ele está esperando para morrer. Está sozinho e na escuridão. E se lembramos dos Atos dos Apóstolos, uma figura muito importante na vida de Paulo é Lucas, o médico. E então, nossa história é sobre Lucas se esgueirando por Roma para levar algum consolo a Paulo nos seus últimos dias, e o que resulta disso é que Lucas e Paulo decidem levar a história de Paulo ao mundo. É quase o começo da escritura dos Atos dos Apóstolos, então, nossa história realmente gira em torno dessa ideia de que Lucas e Paulo recordam sua história juntos e começam a escrever os Atos dos Apóstolos.

Arquidiocese e FACASC promovem Encontro de Vereadores

A Igreja vive o Ano do Laicato, que tem como tema “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na Igreja em saída, a serviço do Reino” e o lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo” (Mt 5,13-14). O objetivo é estimular o protagonismo dos cristãos dentro da igreja e na comunidade.

O Papa Francisco afirma que “a política é uma das formas mais altas da caridade, pois busca o bem comum. E os leigos cristãos devem trabalhar na política”. Em sintonia com a Igreja e o Santo Padre, a Arquidiocese e Faculdade Católica de Santa Catarina (FACASC), promoveram no dia 26 de abril, no auditório da instituição, o Encontro de Vereadores das Câmaras dos municípios da área da jurisdição arquidiocesana.






O evento constituiu em uma mesa-redonda, onde foram debatidos os temas da superação da violência e o papel do cristão na política. Estavam presentes no debate o Arcebispo, Dom Wilson Tadeu Jönck,; a assistente social Humanos, Rosane Nogueira; o vereador da capital, Pedro Silvestre, e o superintendente do Instituto de Geração de Oportunidades de Florianópolis, Guilherme Botelho.


No fim da conversa de cada tema, foi aberto o microfone para os demais vereadores contribuírem com a discussão.  O vereador de São João Batista, Beto Souza (PPS), ressalta que para começar uma mudança na sociedade, primeiro é preciso mudar a atitude nas câmaras municipais. “Quando entrei na Câmara, os vereadores já estavam trabalhando para o próximo prefeito e não pela cidade. Temos vereadores que vão apoiar um deputado por causa de uma ambulância. O problema real está no sistema político falido que vivemos, precisamos varrer o país desta velha política”, desabafou Beto.

Segundo o vereador de Anitápolis, Fábio Pereira (PP), ocorre na sociedade uma crise de valores. Ele demonstra preocupação com a família e diz que “a mídia está distorcendo aquilo que aprendemos em casa. Nós estamos acuados, precisamos agir. Eu como pai e legislador preciso mostrar que isto não é correto”, alertou Fábio.



quarta-feira, 11 de abril de 2018

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA GAUDETE ET EXSULTATE

              Nova Exortação Apostólica do Papa Francisco,

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA
GAUDETE ET EXSULTATE

DO SANTO PADRE
FRANCISCO
SOBRE A CHAMADA À SANTIDADE
NO MUNDO ATUAL


 «ALEGRAI-VOS E EXULTAI» (Mt 5, 12), diz Jesus a quantos são perseguidos ou humilhados por causa d’Ele. O Senhor pede tudo e, em troca, oferece a vida verdadeira, a felicidade para a qual fomos criados. Quer-nos santos e espera que não nos resignemos com uma vida medíocre, superficial e indecisa. Com efeito, a chamada à santidade está patente, de várias maneiras, desde as primeiras páginas da Bíblia; a Abraão, o Senhor propô-la nestes termos: «anda na minha presença e sê perfeito» (Gn 17, 1).
2. Não se deve esperar aqui um tratado sobre a santidade, com muitas definições e distinções que poderiam enriquecer este tema importante ou com análises que se poderiam fazer acerca dos meios de santificação. O meu objetivo é humilde: fazer ressoar mais uma vez a chamada à santidade, procurando encarná-la no contexto atual, com os seus riscos, desafios e oportunidades, porque o Senhor escolheu cada um de nós «para ser santo e irrepreensível na sua presença, no amor» (cf. Ef 1, 4).

'Gaudete et Exsultate' (em português,«Alegrai-vos e exultai»
           Já disponível no site do Vaticano.
http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/apost_exhortations/documents/papa-francesco_esortazione-ap_20180319_gaudete-et-exsultate.html

CONVITE 1A COMUNHÃO EUCARÍSTICA - IVC